Volumen 17 - Número 50

CTS em Portugal entre 2003 e 2021


Carlos Fiolhais

A ciência, tecnologia e sociedade (CTS) evoluiu de uma forma extraordinária em Portugal entre 1995, quando o físico José Mariano Gago se tornou o primeiro titular do Ministério da Ciência e Tecnologia, e os dias de hoje. Analiso aqui sumariamente a mudança de panorama neste sector ocorrida nos quase vinte anos desde que, em 2003, foi publicado o primeiro número da Revista Ibero-americana de Ciência, Tecnología e Sociedad —CTS, que tinha dois sociólogos portugueses no Conselho Editorial (José Luís Garcia e Maria de Lurdes Rodrigues). O facto de numerosas estatísticas oficiais portuguesas estarem hoje reunidos na PORDATA – Base de Dados de Portugal Contemporâneo,1 criada em 2010 pela Fundação Francisco Manuel dos Santos, facilitou bastante esse trabalho de síntese, tal como facilita o trabalho de quem quiser, em qualquer altura, conhecer a evolução de Portugal nesta ou noutras áreas, sendo possível comparar a situação nacional com a de outros países que também integram a União Europeia.


Carlos Fiolhais: professor catedrático de Física da Universidade de Coimbra (aposentado) e divulgador de ciência, Portugal. Correio eletrônico: tcarlos@uc.pt.


Licencia de Creative Commons
Este artículo está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento 4.0 Internacional.