La cooperación internacional, una estrategia para garantizar la calidad y continuidad de políticas educativas

 

Claudia Laura Limón Luna

 

Las políticas educativas marcan las principales pautas que rigen el sistema educativo de un país; sin embargo, el tiempo que se requiere para lograr su consolidación no es equivalente al de un ciclo político. Si una reforma inicia con el cambio de gobierno, al término de este último la implementación de la reforma estará sólo en una etapa inicial y los resultados no permitirán ver su impacto. Para que una política sea exitosa es necesario buscar su permanencia en el tiempo y consolidarla, de acuerdo con los resultados que se obtengan a mediano y largo plazo. Aunque la transición de un gobierno saliente con el entrante es la clave para la continuidad de cualquier política, es difícil lograr la conciliación por conflicto de intereses o alineaciones políticas. Es necesaria la presencia de una entidad imparcial que actúe como intermediario para que sean definidas, en conjunto, las acciones que deben continuar. Esta entidad no puede ni debe ser parte de la estructura del gobierno. Por lo tanto, la cooperación internacional representa una estrategia sumamente válida para garantizar la calidad y continuidad de proyectos que conformen una política pública en educación, sin importar los cambios sociales y políticos.

 

Palabras clave: cooperación internacional; política educativa; evaluación; continuidad

 

 

A cooperação internacional, uma estratégia para garantir a qualidade e continuidade de políticas educacionais 

 

As políticas educacionais estabelecem as principais diretrizes que regem o sistema educacional de um país, porém, o tempo necessário para sua consolidação não é equivalente ao de um ciclo político. Se una reforma começar com a mudança de governo, quando este finalizar, a implementação da reforma estará apenas na fase inicial e os resultados não permitirão ver o seu impacto. Para que uma política seja bem-sucedida é necessário buscar sua permanência no tempo e consolidá-la, de acordo com os resultados obtidos a médio e longo prazo. Embora a transição entre um governo que se encerra e outro que vai começar seja a chave para a continuidade de qualquer política, é difícil obter conciliação devido a conflitos de interesses ou alinhamentos políticos. A presença de uma entidade imparcial atuando como intermediária é necessária para definir em conjunto as ações que devem continuar. Essa entidade não pode e não deve fazer parte da estrutura do governo. Portanto, a cooperação internacional representa uma estratégia extremamente válida para garantir a qualidade e continuidade de projetos que constituem uma política pública em educação, independentemente de mudanças sociais e políticas.

 

Palavras-chave: cooperação internacional; política educacional; avaliação; continuidade

 

 

International Cooperation, a Strategy to Guarantee the Quality and Continuity of Education Policy

 

Education policies set the main guidelines that frame the education system of a nation. However, the time required to achieve its consolidation is not equivalent to that of a political cycle. If a reform begins at the start of an administration, at its end the implementation of the reform will only be in its initial stages and the results will not show its effect. For a policy to be successful, it is necessary to seek its permanence in time and firmly establish it. Even though the transition between an outgoing and incoming administration is key to the continuity of any policy, it is difficult to achieve reconciliation due to the conflict of interests and political alignments. The presence of an impartial entity that acts as an intermediary becomes necessary, so that the actions to follow can be jointly decided upon. This entity cannot, and must not, be a part of the government’s structure. Therefore, international cooperation represents a highly valuable strategy to guarantee the quality and continuity of projects that comprise the public education policy, without regard to social and political changes.

 

Keywords: international cooperation; political education; assessment; continuity

 

 

 

Descargar pdf - Metadatos

 

Claudia Laura Limón Luna: miembro del Consejo Asesor de la OEI y directora general de CONCIUS, Consultores en Tecnología y Educación para Iberoamérica. Correo electrónico: Esta dirección de correo electrónico está protegida contra spambots. Usted necesita tener Javascript activado para poder verla. .

 

 

Licencia de Creative Commons
Este artículo está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento 4.0 Internacional.