Observatórios de CT&I: conceitos, serviços, indicadores e fontes de informação


Por Diego José Macedo e João de Melo Maricato

Universidade de Brasília

Observatórios vêm progressivamente sendo empregados em diferentes contextos, destacando os que se interessam em monitorar a Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I). No entanto, observatórios carecem de estudos que visam entender a fundo as suas finalidades, funcionalidades e como estão sendo organizados. Este trabalho tem como objetivo verificar como estão estruturados os observatórios de CT&I no âmbito digital. Para isso, apresenta as características estruturais dos observatórios, investiga os conceitos a partir de análises teóricas e usos empíricos, levanta as fontes de informação, seus serviços e indicadores. A metodologia apresenta abordagem qualitativa e descritiva, utilizando análise de conteúdo a partir do levantamento de cincos sites de observatórios. Os resultados apontaram que o conceito de observatório está alinhado ao monitoramento da CT&I por meio de indicadores; as principais fontes de informações utilizadas são secundárias, provenientes de órgãos e bases de dados nacionais e internacionais; os serviços vão desde estudos de políticas e estratégias em CT&I até a sistematização de indicadores; há a produção e disponibilização de indicadores, tanto de input quanto output, incluindo recursos financeiros e humanos, bibliométricos, de contexto, patentes, inovação, cultura científica e paridade de gênero. O mapeamento desses elementos contribui para o entendimento, o planejamento e a construção dos observatórios de CT&I.

Palavras-chave: observatório; ciência, tecnologia & inovação; indicadores de CT&I


Recebimento do artigo: 13/01/2021. Entrega da avaliação final: 13/07/2021. O artigo passou por duas instâncias de avaliação.


Descargar documento